Aeroclube de Ibitinga participa do SINDAG

Aeroclube de Ibitinga forma no SINDAG 2016

Aeroclube de Ibitinga participa do maior evento da aviação agrícola do País

A Escola de Aviação Civil Aeroclube de Ibitinga, além de formar pilotos para a carreira executiva, desde 2014 veem formando novos profissionais para atuar na aviação agrícola. Reconhecida pela sua capacitação e qualificação de instrução tem recebido alunos, de todos os estados brasileiros para a formação. Neste sentido, o Aeroclube  participou do maior evento da área na cidade de Botucatu. O intuito é alem de promover o nome da escola e realizar recheques, foi levar e incentivar o conhecimento dos alunos do curso de Piloto Agrícola que foram levados pela escola ao evento para participarem de palestras e workshop.

O EVENTO:

13502967_868949939883838_505297117675514274_o (1)Evento, promovido anualmente pelo Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola, propõe palestras de especialistas e profissionais do mercado bem como uma feira onde empresas do setor expõem seus produtos, máquinas, aeronaves, serviços e equipamentos dos mais modernos a fim de gerar grandes negócios, capacitar e potencializar a comunicação do segmento. Com o objetivo de promover o encontro entre os profissionais da classe, empresários e expositores, o Congresso SINDAG vem trilhando sua história desde 2007 deixando legados importantes para o setor de aviação agrícola no país. A cada ano de sua edição, atrai um número maior de pessoas interessadas no segmento focadas em qualificar e atualizar as fontes envolvidas.

O Congresso SINDAG hoje é uma oportunidade impar para os profissionais e empresas aeroagrícolas criarem resultados tangíveis e chamarem a atenção da mídia nacional. A cada ano consagra-se como uma vitrine para aviação agrícola deixando seu marco para o setor e a certeza de que mais sementes estão sendo plantadas.

O Congresso Sindag começou no dia 22 (quarta-feira), em Botucatu/SP e teve grandes debates com autoridades dos Ministérios da Agricultura e do Trabalho, além de IBAMA, ANAC e outros órgãos. Destaque também para a aproximação com a Associação Nacional de Aviação Agrícola dos Estados Unidos (NAAA, que pela primeira vez vem ao evento) e para o foco reforçado nas estratégias de gestão e comunicação para os operadores, além da maior aproximação com os pilotos.